home
.: | Produtos | :.

Bombas Leão


CONJUNTO BOMBA LEÃO


Desempenho em profundidade
Os conjuntos Moto-Bombas Leão conjugam força e desempenho para trazer à tona toda a água que você precisa. Uma variada gama de combinações está disponível para atender às mais diversificadas aplicações, podendo ser dividido em dois tipos:

Conjunto Moto-Bomba Radial
Equipamentos que utilizam bombeadores radiais, que caracterizam-se pelo deslocamento ou movimento geral do líquido no rotor da bomba em direção perpendicular ao eixo de rotação. Esses rotores podem ser construídos em plástico de engenharia, bronze ou aço inoxidável.

Conjunto Moto-Bomba Semi-Axial
Equipamentos que utilizam bombeadores semi-axial, também denominado fluxo misto, que caracteriza-se pelo deslocamento ou movimento geral do líquido no rotor da bomba em direção inclinada ao eixo de rotação. Esses rotores podem ser construídos em plástico de engenharia ou bronze.


Detalhes da tecnologia Leão (Conjuntos)

Válvula de retenção: Em ferro fundido classe 40, com disco em bronze, incorporada à saída, é parte de todos os equipamentos. Um sistema de duplo guia e mola cônica maximiza sua eficiência e reduz o golpe-de-ariéte enquanto evita o retorno da coluna líquida.

Corpo de estágio: Em ferro fundido classe 40, projetado para máxima eficiência hidráulica e superior resistência à abrasão. Possui difusor incorporado.

Bucha de borracha: De prolongada vida útil, substituível, é montada no corpo de estágio de todos os modelos. Desenho interno projetado para garantir o perfeito alinhamento do eixo e a eliminação de vibrações.

Impulsores: Em bronze, são de dois tipos: Fluxo Radial, e Misto ou Semi-Axial. Projetados para o máximo de eficiência dentro de cada faixa de aplicação, são balanceados eletronicamente com precisão que garante operação silenciosa e isenta de vibrações. Possuem desenho que dispensa buchas distanciadoras e garante a proteção do eixo.


Força que vai mais fundo

Os motores submersos Leão são projetados e construídos dentro de um elevado padrão técnico e com uma rigorosa seleção dos materiais empregados na fabricação.

A Bobina de campo é substituível, fabricada em fio especial para utilização em água, revestida com material de alta resistência dielétrica. Possui excelente capacidade de dissipação térmica no líquido, com o mínimo de fluxo.São silenciosos, isentos de vibrações, possuem rendimento superior e baixo consumo de energia.

Toda essa tecnologia confere aos Motores Submersos Leão a mais alta qualidade e vida útil prolongada.

Suportam tensões de + ou – 10% sem prejuízo de suas características operacionais. São assíncronos, com rotor em curto-circuito, 2 pólos, 60 Hz e atendem às seguintes tensões:

- Sistema Trifásico: 220, 380 e 440 Volts
- Sistema Monofásico: 220, 250 e 440 Volts


Detalhes da tecnologia Leão (Motores)

Estator: em aço-silício, de baixa perda eletromagnética, encapsulado em tubo de aço carbono trefilado de alta resistência, tipo rebobinável.

Rotor: em aço-silício, de baixa perda eletromagnética. Tipo curto-circuito, eletronicamente balanceado para operação silenciosa e isenta de vibrações.

Eixo: em aço inoxidável, resistente à corrosão, dimensionado para a mínima deflexão e prolongada vida útil.

Mancais radiais: superior e inferior, em carbono-grafite, compatível com lubrificação à água e mínima fricção.

Mancal axial: tipo Kingsbury, de baixa fricção e prolongada vida útil. Com plano inferior em múltiplas sapatas de aço inoxidável ou bronze de alta dureza e plano superior em carbono-grafite. É ideal para lubrificação à água e suporta altas e variadas cargas axiais.

Bobina de campo: é substituível, fabricada em fio especial para utilização em água, revestida com material de alta resistência dielétrica. Possui excelente capacidade de dissipação térmica no líquido, com o mínimo de fluxo.

Opções: podem ser fornecidos motores com características construtivas especiais para atender exatamente às condições específicas de aplicação: poços com alta temperatura, materiais especiais, águas agressivas, voltagens especiais, motores em 50 Hz.


Bombeador Radial

Caracteriza-se pelo deslocamento ou movimento geral do líquido no rotor da bomba em direção perpendicular ao eixo de rotação. Esses rotores podem ser construídos em tecnopolímero ou aço inoxidável.

Bombeador semi-axial

Também denominado fluxo misto, o bombeador semi-axial caracteriza-se pelo deslocamento ou movimento geral do líquido no rotor da bomba em direção inclinada ao eixo de rotação. Esses rotores podem ser construídos em bronze ou aço inoxidável.

Detalhes da tecnologia Leão

Válvula de retenção: fabricação em ferro fundido classe 40 com disco de bronze. É incorporado à saída e faz parte de todos os equipamentos. Um sistema de duplo guia e mola cônica maximiza sua eficiência e reduz o golpe-de-ariete, enquanto evita o retorno da coluna líquida.

Corpo de estágio: em ferro fundido classe 20, projetado para máxima eficiência hidráulica e superior resistência à abrasão. Possui difusor incorporado.

Bucha de borracha: é substituível, de prolongada vida útil e montada no corpo de estágio de todos os modelos. Desenho interno projetado para garantir perfeito alinhamento do eixo e eliminação de vibrações.

Impulsores (rotores) fabricados em bronze e aço inox: Podem ser de dois tipos: fluxo radial e misto ou semi-axial. Projetados para a máxima eficiência dentro de cada faixa de aplicação, são balanceados eletronicamente com precisão que garante operação silenciosa e isenta de vibrações. Possuem desenho que dispensa buchas distanciadoras e garante a proteção do eixo.

Opções: Podem ser fornecidos bombeadores com construção especial para atender exatamente às condições específicas de bombeamento. Ex: Equipamento totalmente em aço inox.


Painéis de Comando Leão

Os painéis de comando Leão garantem a perfeita manobra e proteção dos motores submersos. São montados em armário de aço com excelente ventilação interna e possuem grau de proteção IP-54.

Utilizam dois métodos para partida dos motores:

Quadros de Partida Direta

Denominados CPD - Chave de Partida Direta, são utilizados nos sistema elétricos trifásicos, nas potências de 0,5 a 15 CV e tensões de 220, 380 ou 440 V e nos sistemas monofásicos, nas potências de 1 a 8 CV nas tensões de 220, 250 e 440 V e de 9 a 12 CV na tensão de 220 V, para poços de 6" e nas potências de 0,5 a 5 CV e tensões de 220, 250 ou 440 V, para poços de 4".


Quadros de Partida Compensada

Denominados CCA - Chave Compensada Automática, são utilizados nos sistemas elétricos trifásicos, potências de 10 a 200 CV, tensões de 220, 380 ou 440V.
A configuração básica dos componentes pode ser visualizada na tabela ao lado.

Bombas Grundfos

   

 

   
Goiás Comercial de Bombas - Copyright © 2010 - (62) 3204-7019 / 3264-1336 / 9288-8141 • 
MaxDesigner.info - Todos os Direitos Reservados